domingo, 17 de maio de 2015

MANHÃS DE ABRIL - CHLORIS CASAGRANDE JUSTEN

Abro a janela numa manhã domingueira de outono. O sol tenta vencer a cortina de neblina que esconde a serra. Lembro-me, novamente, da grande poetisa da minha terra...

Nenhum comentário:

Postar um comentário